CPI da Enel na Assembleia marca data para depoimentos de José Eliton e Marconi Perillo

Deputados que compõem a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que apura irregularidades nos contratos da Enel Goiás, se reuniram nesta quinta-feira  pela manhã para definir o novo cronograma de depoimentos de autoridades e executivos da empresa.

Aberta pelo deputado Henrique Arantes (PTB), presidente da CPI, a reunião desta quinta-feira,2,  previa a oitiva do presidente da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR), Eurípedes Barsanulfo, que não compareceu após ter sido apenas convidado nominalmente.

Foto: Jota Eurípedes

Dessa forma, os deputados marcaram as próximas reuniões da CPI e definiram as datas dos depoimentos. Eurípedes Barsanulfo, da AGR, será no dia 07 (terça-feira), às 10h. No dia 09 (quinta-feira) a oitiva será com o diretor-presidente da Enel Goiás, Abel Rochinha.

As convocações dos ex-governadores ficaram para o dia 14 (terça-feira), com José Eliton, e dia 16 (quinta-feira), com Marconi Perillo. A última oitiva de maio, no dia 23, os deputados terão o depoimento do membro efetivo do Conselho de Administração e diretor jurídico da Enel Goiás, Antônio Basílio. E por fim, no dia 30 de maio, os membros da CPI vão ouvir o diretor-presidente da Enel Brasil, Nicola Cotugno.

Em decorrência da grande quantidade de reclamações dos consumidores e empresários, em relação aos serviços prestados pela Enel na região Sudoeste do Estado, o deputado Chico KGL (DEM) sugeriu que a CPI realizasse uma reunião no município de Rio Verde. Atendendo à solicitação, o presidente da Comissão propôs audiência pública para ouvir a população na Câmara de Vereadores da cidade, o que permitiria ocorrer em consonância com as reuniões da CPI na Assembleia Legislativa de Goiás, na capital.

Fonte: Sagres 730 / Assembleia Legislativa

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *