Ministério público pede cassação de mandato do vereador José Carapô

O Ministério Público Eleitoral de Goiás, entrou com uma ação no tribunal regional eleitoral, pedindo a cassação de mandado do Vereador José Prado Carapô, de acordo com o ministério público, o vereador mudou de sigla partidária fora do prazo, o que é proibido por lei.

 

O Vereador foi Eleito em 2016 pelo PTN, depois a justiça autorizou o partido a trocar de nome, passando a ser chamado PODEMOS, o Parlamentar é acusado de ter praticado infidelidade partidária, após ter migrado do podemos para o PSDC, às vésperas do prazo final de filiação partidária para quem pretende disputar as eleições em 2018.

 

A troca poderia ser feita apenas por aqueles que concluem seu mandato esse ano, o que não se aplica aos vereadores, cujo os mandatos se estendem até 2020.

O requerimento de cassação do mantado foi encaminhado ao Tribunal Regional Eleitoral de Goiás, que deve analisar o pedido, e decidir se o vereador deve ou não perder o cargo.

 

Em entrevista a Rádio Difusora, o vereador José Carapô disse que sua decisão foi tomada de maneira consciente, diante das indefinições partidárias dentro do PODEMOS, após a saída do Deputado Alexandre Baldy. Ele explicou que tal situação poderia prejudicar o projeto político que busca viabilizar sua candidatura a deputado estadual, o vereador afirmou ainda que esta tranquilo e acredita que conseguirá reverter a situação.

A entrevista completa com o vereador José Prado, você acompanha no Jornal Difusora dessa sexta-feira 04, pelas ondas da AM 680 ou pelo site www.difusoradejatai.com.br

 

 

 

entrevista com vereador José Carapô, ouça:

Share
Total de acessos: 3171

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *